Quatro passos para criar uma rotina de estudos

Segunda, 9 de Março de 2020

Quatro passos para criar uma rotina de estudos

Quatro passos para criar uma rotina de estudos

A palavra rotina, muitas vezes, é associada à mesmice, chatice e repetição das mesmas coisas. Algo que todos desejam fugir. Porém, não é bem assim. Todos nós temos que cumprir certas rotinas, mesmo que seja um simples escovar de dentes antes de dormir. E isso não é, necessariamente algo ruim. Rotina é organizar o dia a dia para cumprir um objetivo: não ter cáries nos dentes, por exemplo, ou garantir que será merecedor de um salário ao final do mês. E com os estudos não é diferente. Se você tem um objetivo, como passar em um concurso público, você precisará estabelecer uma rotina de estudos, que irá permitir que você, a cada dia, aprenda um pouco mais, revise um conteúdo etc. Pensando nisso, preparamos quatro passos essenciais para que você crie uma rotina de estudos.

1 Motivação

Motivação é algo que pode tanto vir de dentro da pessoa (motivação intrínseca) quanto de fora (motivação extrínseca). No primeiro caso, diz respeito as coisas que a pessoa realmente gosta de fazer e isso está associado a uma série de questões bastante complexas. Afinal, somos diferentes uns dos outros e com histórias de vida diferentes também.

Isso não quer dizer, no entanto, que a motivação externa não possa dar aquela ajudinha. Num mundo cheio de distrações, é comum que as pessoas nem percebam que horas se passaram naquela simples olhadela nas redes sociais. É aí que a motivação externa entra. Essa motivação externa não precisa ser de outra pessoa. O principal é que parta de você mesmo... Assim, se você é do tipo que tem dificuldade para se concentrar ou desiste fácil de seus planos, pense muito sobre o quanto vale a pena criar (e obedecer) uma rotina de estudos.

Deixe bilhetinhos para você mesmo, anote seus sonhos e metas de vida e tudo que vier de bom associado à nomeação. Desse modo, será mais fácil, quando o cansaço ou desânimo baterem, lembrar dos motivos para seguir em frente.

2 Dias, horas e horários de estudos

Ainda que você frequente um curso presencial, você terá horário para chegar e sair da aula. Com as atividades em casa, não é diferente. Até porque, de qualquer modo, você terá que fazer as suas próprias leituras e revisões para compreender a matéria. Assim, nada de procrastinar...

Antes de tudo, é necessário saber em que momentos você poderá se dedicar mais. Quem trabalha pode estabelecer que, depois de chegar em casa, irá fazer um lanche, tomar um banho, relaxar um pouco para, então, pegar os livros. Outras pessoas podem preferir ficar umas horas a mais no local de trabalho (se for possível), dedicando-se apenas à matéria. Quem tem crianças pequenas em casa pode preferir acordar um pouco mais cedo.

De todo modo, o que é mais importante é saber quantas horas de fato você terá à disposição para os estudos – e isso inclui também as horas adequadas de sono, alimentação, lazer e descanso. Feito isso, distribua a matéria a ser estudada e estabeleça metas atingíveis, evoluindo um pouco a cada dia. Aos poucos, você irá se acostumar a seguir aquela rotina e a sua recompensa será atingir a tarefa.  

3 Local

Em casa, estabeleça um cantinho sagrado dos estudos. Pode ser até um pedaço da mesa da cozinha da sua mãe ou uma simples pasta com seus materiais organizados. No momento que você estiver naquele espaço, condicione-se a focar nos conteúdos. Converse com amigos, família e demais moradores da casa. Conte às pessoas os horários que você estabeleceu e explique que interrupções podem ser prejudiciais ao seu desempenho. Ter uma tabela pode ajudar.

4 Uma pequena “fuga” da rotina

Como dito no início, pode parecer chato seguir sempre a mesma coisa. Mas não é bem assim. A cada dia, o conteúdo será diferente, assim como os métodos de estudo também podem ser. Que tal fugir da rotina de assistir a vídeo-aulas praticando exercícios, fazendo sabatinas ou mesmo revisando um conteúdo estudado há mais tempo?

Adotando uma estratégia que permita a você alternar métodos de aprendizagem, você também estará evitando a mesmice. O efeito positivo disso está não apenas em fazer coisas diferentes dentro de uma rotina de estudos. Como todos sabem, não basta apenas ler a matéria, é preciso apropriar-se dela e fazer mapas mentais, resumos, esquemas e resolver questões de provas anteriores irão ajudá-lo a fixar a matéria.

---

Lembre-se: depois de nomeado, você terá a segurança e estabilidade necessárias para organizar uma rotina de vida que lhe permitirá dar aquela fugidinha, de verdade, da rotina de vez em quando.